About

Ela é mais que um sorriso tímido de canto de boca, dos que você sabe que ela soube o que você quis dizer. Ela fala com o coração e sabe que o amor, não é qualquer um que consegue ter. Ela é a sensibilidade de alguém que não entende o que veio fazer nessa vida, mas vive. Caio Fernando Abreu.

Page Graphics, Tumblr Graphics

Submit a post

Nana_Reis's LATEST TWEETS

People I Follow

  • Karma
  • The Beauty Of Marilyn Monroe
  • The Best of Blog - 1000notes.com
  • Como Eu Me Sinto Quando...
  • Como você vive
  • Little Kitten ❤
  • that love shit I wont do it
  • Ceciliando
  • Finchel / Monchele Fan #letlovein
  • a place to love dogs
  • All Things Sweet
  • Loves Darlo4ka
  • Mayara Marra
  • Coração de Poeta
  • Lea Michele News
  • let's go get high ♡
  • I'M THE SUN
  • Se rebloga me Beija!
  • A Painted Face
  • SPECIAL DREAMS
  • ❀ E se pegar vira vicio ✿
  • Secrets of Boys
  • Live.Life.Love.
  • PROJOTA
  • chibird
  • the disney princess
  • Lost Soul
  • MACBRULE
  • Caio Fernando Abreu
  • makeupftw
  • Tumblr Staff
  • ♕
  • MakeUpByJanny
  • Milly
  • Chantillyy
  • CHER LA VIE
  • The Drugstore Princess
  • My ship and ships
  • Miss Polly had a Dolly
  • My so called world
  • i look for reasons, but i don't need them
  • Martha Medeiros
  • VOGUE
  • Turn Around Bright Eyes
  • Sadness is a blessing.
  • MICKEY AND MINNIE
  • Fuck Yeah Make-up
  • California beautiful
  • We Love Shoes!
  • Sorria sempre.
  • destroyed by madness
  • Caio Castro Castanheira
  • You can change the world
  • rbdimagenes
  • It's all about you
  • Fabrício Carpinejar
  • O amor mais bonito
  • nós somos infinitos!
  • Os Melhores Secrets
  • Diamonds on the inside
  • Que é pra ver se você volta
  • La Vie en Rose
  • Que seja doce, só que não enjoe
  • No mar estava escrita uma cidade.
  • My World
  • makeupbeauty
  • Imba Wimbo
  • Cute Baby Animals
  • someday we'll all have jubilation
  • Pusheen the cat
  • Depois dos Sonhos
  • while your feet on the ground....
  • hollywoodxo
  • God knows we're strong...
  • Tati Bernadi
  • smallrooms
  • ♡ g i r l y♡
  • Descobrindo.
  • Três metros acima do céu
  • Ingrid N. World *
  • Glittertwist
  • Hipster do Brega
  • b-e-a-u-t-y blog
  • a lovable but dangerous miscreant
  • love make-up
  • fearless
  • mark salling puckergirls by chasinga
  • FuckYeahAnahi
  • #Comofala
  • Miss Lea Michele
  • Hey, this is Kerllin! :)
  • Believe!
  • Glee Brasil
  • Why do we love Mark Salling so much? :)
  • Pictures of makeup
  • HAUTE COUTURE MAKEUP
  • fuckyeahprettynails
  • Pequenas Epifanias
  • One time at asian camp...
  • pups and love
  • The Cake Bar - #1 DIY Food Tutorials
  • Contos de sapo
  • GLEE
  • FUCK YEAH, PUCK!
  • i heart makeup 365
  • foodie porn.
  • Fuck Yeah Finn & Rachel
  • My secret day
  • Aria & Ezra
  • Love.Music.Life
  • There is no love sincerer than the love of food
  • CAPRICHO
  • "You've got me smiling in my sleep..."
  • TATI BERNARDI
  • Poncho & Anahí
  • Mr. Christian Grey
  • i need time
  • ㅤㅤ
  • ms lea michele
  • Disney and Pixar
  • SPRING-PINK.TUMBLR.COM
  • Imperfection is the new perfection...
  • Martha Medeiros
  • lovealwayswins
  • all things makeup♥
  • LIBERTE-SE !
  • FaceFront Cosmetics | Official Beauty Notebook
  • Make Up or Get Out! ♥
  • Fuck Yeah Rio de Janeiro!
  • brikasia beauty
  • for the realness; feel this
  • caster-s
  • charmroyal.com//
  • Solo quiero verte reír de nuevo...
  • Besos de fuego :*
  • Here's another line from the heart
  • All Gleeks Brazil
  • Mark Salling Brasil
  • THE BEST SERIES
  • Walk In My Eyeshadow
  • Hair and Makeup Inspiration
  • Olhar inocente, coração rebelde.
  • Dos Hogares
  • Caio Fernando Abreu
  • Belief (yn)
  • Untitled
  • Real beauty isn't supposed to be fake
  • AGPP.
  • We´re half way there....
  • Oh yeah! Make up!
3 weeks ago | 5,446 notes

Paulo Leminski

Paulo Leminski

(Source: lo-ud)

Via Coração de Poeta
4 weeks ago | 24,689 notes

(Source: drouxer)

Via PROJOTA
1 month ago | 8,355 notes

Acho linda aquela pessoa que não promete nada, simplesmente vai lá e faz.

(Source: obcecou)

Via Mayara Marra
2 months ago | 55,817 notes

Sempre quis alguém que me ouvisse. Não as bobagens que falo de vez em sempre. Mas o que minha alma não sabe dizer. Que fizesse esforço para captar tudo que não sai da minha boca.

- Clarissa Corrêa. (via auroriar)
Via Karma
3 months ago | 12,326 notes

Às vezes me lembro dele. Sem rancor, sem saudade, sem tristeza, Sem nenhum sentimento especial a não ser a certeza de que, afinal, o tempo passou. Nunca mais o vi, depois que foi embora. Nunca nos escrevemos. Não havia mesmo o que dizer. Ou havia? Ah, como não sei responder às minhas próprias perguntas! É possível que, no fundo, sempre restem algumas coisas para serem ditas. É possível também que o afastamento total só aconteça quando não mais restam essas coisas e a gente continua a buscar, a investigar - e principalmente a fingir. Fingir que encontra. Acho que, se tornasse a vê-lo, custaria a reconhecê-lo.

- Caio Fernando Abreu.     (via recomendar)
Via Sadness is a blessing.
4 months ago | 18,787 notes

Parei de ir atrás, eu tenho meu orgulho. Quero dizer, não tenho, mas ela não precisa saber dessa parte.

- Gabito Nunes.  (via auroriar)

Tô precisando levar isso pra minha vida.

(Source: s-i-m-p-l-i-f-i-c-a-r)

Via Karma
5 months ago | 12 notes

Quanto tempo leva para superar a dor da perda? Quanto tempo para digerir uma rejeição? Absorver que um sonho terminou? Esquecer uma frustração? Uma mágoa de infância? Um trauma? Uma demissão? Os psicanalistas provavelmente responderão que é preciso respeitar o ritmo de cada um. Há quem seja rápido na retomada da vida, e há os mais lentos, que necessitam de um acompanhamento mais intensivo. Não há como decretar: dois dias, dois meses, dois anos.

Só que a maioria da população não procura psicanalistas. Não têm dinheiro pra isso, e muito menos disponibilidade. As pessoas não podem parar no meio do dia para se consultar, pois trabalham insanamente, e tampouco possuem tempo para, segundo elas, desperdiçar. Sabe-se que análises são demoradas, que buscam e rebuscam nossa intimidade, que não é num estalar de dedos que se atenuam as dores internas. E qualquer coisa que demore, hoje em dia: não, obrigada.

Que inquietação. O passado e o futuro são dois períodos que já não interessam: cultua-se o presente como nunca antes. O que vale é este momento, agora, o instante vivido. Tudo digitalizado, virtual, instantâneo. Quem ainda espera dias por uma resposta? Meses por uma solução? Na vida burocrática, governamental, a demora ainda é praxe e se vale da morosidade para arrecadar mais e mais dinheiro, mas no plano pessoal, encurtaram-se as durações. Vive-se tudo de forma mais compacta, o começo e o fim mais próximos do que jamais foram. E acabamos impregnados dessa urgência, dessa vontade de resolver todas as tranqueiras com a maior agilidade possível.

Porém, há tranqueiras e tranqueiras.

Você consegue resolver pendências profissionais de imediato, consegue tomar decisões práticas sem se alongar: parabéns. Salve a produtividade. Mas não foram essas as questões levantadas no início desse texto. Falávamos de tristezas, de cicatrizar feridas, de aceitar o destino que nos coube, de assimilar mudanças. Sentimentos não são regidos por megabytes por segundo, não se vinculam a relógios, não obedecem a leis objetivas – é o curso da natureza que manda. E a natureza é surda e cega para o desatino. Exige a introspecção devida, sem a qual nada se resolve, só se mascara.

Diante da dor emocional, só há uma ordem a respeitar: paciência. De nada adianta inventar alegrias fajutas e se oferecer para a cobiça do mundo sem antes estar com a alma serenada e forte. É preciso saber esperar, do contrário a gente se atrapalha e só reforça a miséria existencial que preenche as madrugadas. Basta de tanta gente evitando pensar, evitando chorar, evitando olhar para dentro de si mesmo, sorrindo de um jeito tão triste que só faz demorar ainda mais o reencontro com o sorriso verdadeiro - aquele aguardando a hora certa de voltar.

- O encurtamento das durações - Martha Medeiros, 15/07/2012
5 months ago | 42 notes

Hoje eu finalmente tive coragem. Apaguei seu número e seu histórico, pelo menos isso eu posso apagar em relação a você. Não é motivo de orgulho, não fiz isso me sentindo muito corajosa, é na verdade uma grande prova de que mais uma vez eu não soube lidar bem com esse lance. Eu queria ser mulher suficiente pra te ligar e dizer tudo o que está engasgado, te dizer que você está me perdendo, que eu não quero mais saber dessa história e que nunca mais quero ouvir falar no seu nome, mas isso seria uma grande mentira e além de mentirosa eu seria burra. Sabe porquê? Porque você está aí na sua, nem lembrando que eu existo, nem me prometendo nada, nem marcando encontros comigo. Eu fico pensando que as vezes eu sou tão inocente. Me meto em jogos de adultos e não sei lidar com as regras. Eu me envolvo, eu me entrego, eu sempre aceito, eu não gosto de ficar uma rodada sem jogar e sempre chego por último. É insensato dizer que a culpa é sua, eu sei que não é, eu sei que você foi tudo o que poderia ser e agora não quer mais. E nessa história, mais uma vez a culpa é de toda a expectativa que insiste em nascer mesmo nos detalhes mais mínimos. Eu, que fui criada a base de contos de fadas e comédias românticas, agora entendo como funciona o mundo real, e essa não é a primeira vez, só preciso aprender de vez para que seja a última.

About B.N. - em 20/04/2014.

-
5 months ago | 2,566 notes

Não que eu esteja reclamando em estar sozinho. Mas seria muito melhor ter alguém comigo. Minha carência não é só beijos ou até mesmo falta de sexo. Quero abraços, carinho, amor e atenção, porque no fundo eu só quero que me cuidem. Quero ser a razão de alguém, é aquilo de amar e ser amado de volta. Quero me sentir vivo de novo, quero não me importar com as coisas. Sorrir sem ter motivos, ou ter, mas que seja com você. Mesmo que meu coração esteja em pedaços, eu o reconstruo pra ti. Só pra poder, por um momento, sentir aquela tal coisinha. Sentir o amor. Sentir que estou amando e sendo amado.

- Gabriel Sander.   (via sertanejo)

Just it.

(Source: borboletasvoam.com)

Via Se rebloga me Beija!